O que é RH Estratégico: um guia completo

O RH (ou recursos humanos) de uma empresa são literalmente todas as pessoas que fazem parte dela. Entretanto, a sigla é comumente utilizada para representar a gestão de recursos humanos ou gestão de pessoas. Em resumo, o setor é responsável pelas funções de recrutamento, seleção, treinamento, remuneração e pagamento de benefícios aos trabalhadores. E até mesmo, dependendo da estrutura, em alguns casos é responsável por planejar e executar ações de marketing e comunicação interna.


RH Estratégico: o que é?

O que considera um RH estratégico é a execução de um modelo de gestão que implica na otimização de processos e tomadas de decisão a partir da utilização de novas tecnologias e da análise de dados, de forma a aumentar a produtividade e os ganhos da empresa. Mas para que o RH Estratégico funcione, é preciso que todo esse trabalho esteja alinhado à estratégia organizacional e que todos os setores estejam integrados junto aos seus objetivos.


Como montar um RH Estratégico?

O RH estratégico pode ser dividido em 4 papéis principais: visão estratégica, análise de dados, agentes de transformação e tecnologia. A visão estratégica se dá com a inserção do RH à cultura e aos valores da instituição, facilitando a procura por candidatos alinhados a esse perfil, por exemplo. 

Essa demanda pode ser facilitada a partir de uma boa leitura e interpretação de dados, uma vez que os profissionais que realmente interessam podem ser filtrados.

Não menos importante, a comunicação interna que abordamos no artigo sobre Onboarding é fundamental para transformar os colaboradores, fazendo com que sejam mais engajados. Isso é possível graças a utilização de softwares especializados em automação de processos, análise de indicadores, controle de ponto e etc, mas são impulsionados por uma gestão humanizada, ou seja, focada nos colaboradores.


Como o RH pode ser estratégico para toda a empresa?

A gestão de RH é altamente estratégica para a organização, uma vez que representa tomar decisões embasadas, planejar antes de agir, evoluir processos antigos para otimização de tempo e sempre buscar por melhores resultados. Tudo que envolve a empresa, sejam resultados ou cultura é realizado pelas pessoas, logo, trata-se naturalmente de uma área chave para o andamento de todos os processos, bem como a missão, visão e valores da empresa.


Como fazer um planejamento estratégico de RH?

O planejamento estratégico de RH tem como finalidade antecipar os cenários futuros e trabalhar como agente da evolução interna.

Isso possibilita que a gestão de pessoas seja feita de maneira mais eficiente, trabalhando com ações para desenvolver os talentos da empresa de maneira alinhada à toda a estratégia geral.


5 passos para implementar um planejamento estratégico de RH

O melhor caminho para uma gestão de pessoas pautada em resultados é planejar com cautela e coordenar todas as ações do setor.

Listamos algumas etapas essenciais para a elaboração de um planejamento assertivo de estratégia de RH:

1. Levantamento dos objetivos organizacionais 

O primeiro passo é conhecer a fundo a estratégia da empresa e seus objetivos. Só assim o RH saberá quais medidas são mais apropriadas.

2. Levantamento dos objetivos do RH 

O RH também tem seus próprios objetivos e isso não pode ser desconsiderado ao longo do processo. Novamente, a proposta é unir as metas da empresa com o setor, beneficiando ambos e traçando um mesmo caminho para que todos busquem as mesmas conquistas. 

3. Prepare os gestores 

Também é importante ter em mente que o planejamento estratégico de RH não se limita a esse departamento. Como ele diz respeito a todos os membros do negócio, ele deve ser compartilhado com as lideranças de todas as equipes.

4. Faça uma análise SWOT 

Com todo o alinhamento e engajamento de estratégia alcançados até aqui, esse é o momento perfeito para se aplicar uma análise SWOT. Através dela, o planejamento estratégico de RH poderá definir as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que vão orientar as ações daqui para frente. Lembre-se que no RH estratégico, dados são determinantes para a aplicação prática de tudo que até então tem estado no papel. 

5. Elabore os planos de ação 

Por fim, é hora de tirar do papel tudo que foi discutido até então. Isso significa executar de maneira prática as soluções para os problemas identificados e definir quais serão as métricas que vão nortear o monitoramento de todo o processo. 


RH Estratégico x RH Operacional

Você pode nesse momento estar se perguntando: existe diferença entre o RH Estratégico e o RH operacional, convencional? E a resposta é sim!

O RH Operacional é responsável apenas pelas atividades fundamentais e básicas como  recrutamento, seleção, treinamento, remuneração e pagamento de benefícios aos trabalhadores. Já o RH Estratégico faz um trabalho mais minucioso, baseado em dados e por isso pode sofrer alterações para se adaptar às necessidades comportamentais e tecnológicas do mercado.


Ferramentas que podem ajudar na gestão de um RH Estratégico

As responsabilidades do RH são complexas, pelo fato de concentrar os principais aspectos que dizem respeito à gestão da empresa e como ela se relaciona com os funcionários para alcançar melhores resultados. Por isso, as ferramentas de RH exercem influência direta em suas tarefas e dão todo o suporte necessário aos processos. Aqui listamos alguns tipos de ferramentas que podem ajudar no dia-a-dia e basta uma simples pesquisa no Google para encontrá-las 😊.

1 – Ferramenta de recrutamento e seleção (Exemplos: Gupy, Trampos);

2 – Ferramenta para gestão de demandas (Exemplos: Asana, Trello);

3 – Ferramentas para gestão de pessoas (Exemplo: Elofy);

4 – Ferramentas para armazenamento de arquivos (Exemplos: Google Drive, OneDrive);

5 – Ferramenta para controle de ponto (Exemplo: TiqueTaque 🥰);

6 – Ferramentas para comunicação Interna (Exemplos: Slack, Teams, Google Chat).


O que diz o nosso time?

Para colaborar nesse conteúdo, contamos com a Viviane Lenhart, que é do nosso time de Customer Care, mas que por conta da sua formação e histórico profissional, possui uma vasta experiência em recursos humanos.

É possível, sim, transformar um RH tradicional em um RH estratégico! Seguindo todas as premissas, os “05 passos” para implementar em sua organização, você irá transformar e evoluir o seu RH. A otimização de processos é outro ponto fundamental pois disponibiliza mais tempo para a equipe atender os colaboradores, dando aquela atenção que eles tanto gostam. 

A minha indicação de autor, por experiência aplicada, é o Max Gehringer. Acompanho seu trabalho desde os tempos em que ele apresentava um quadro no Fantástico (risos). O ponto que mais me toca é o conceito de senso de dono na gestão de pessoas. Quando tratamos a empresa como se fosse “nossa”, conseguimos unificar nossa equipe e também transmitir a todos os colaboradores esse carinho pelo negócio e por tornar todas as trocas na organização mais positivas e construtivas. 

Uma bela frase do Max: “Liderança é a habilidade de unir, inspirar e conduzir pessoas em direção a um objetivo.” Outra indicação, agora de livro é o Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações — Idalberto Chiavenato. Ele é um dos autores em gestão que mais se encaixou com minha visão atual do tema, seja no meio acadêmico quanto profissionalmente. Destaco a abordagem das questões relacionadas aos novos desafios na gestão de pessoas, na forma de seis princípios essenciais: agregar, aplicar, recompensar, desenvolver, manter e monitorar.


Conclusão

Ao longo do conteúdo, fica claro a necessidade de o RH tradicional evoluir ou executar também as demandas de RH estratégico, uma vez que impacta diretamente todos os departamentos da empresa. Esperamos que tenhamos conseguido sanar todas as dúvidas que você eventualmente possa ter sobre o RH Estratégico e que as dicas que listamos aqui te ajudem a fazer a implantação na sua empresa. Quer ler mais sobre esse ou outro assunto? Então conta pra gente aqui nos comentários! 💜

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enter Captcha Here : *

Reload Image