Como fazer um Recrutamento e seleção eficaz na sua empresa?

Artigo com dicas para Recrutamento e Seleção

O processo de Recrutamento e seleção de candidatos em uma empresa é muito mais que contratar. É criar um diferencial competitivo a partir da qualidade dos seus colaboradores.

Cada vez mais empresas estão se dando conta de que um bom quadro de colaboradores não apenas entregam resultados melhores, mas também definem como a sua marca é vista de fora, tanto por clientes, quanto por candidatos à vagas. 

Quando bem pensado, o processo de Recrutamento e seleção se torna mais rápido, eficiente e assertivo, e dessa forma economiza tempo, dinheiro e reduz as chances de erros na contratação. 

Sendo assim, isso é um dos maiores desafios atuais de gestores e departamento de RH, pois além de estar alinhada com a necessidade e perfil de cada setor, a estratégia também deve ser de acordo com a cultura organizacional da empresa. 

Saiba mais sobre: Cultura organizacional: o que é e porque pode melhorar seus resultados

Sendo assim, nós trouxemos algumas dicas para que a sua empresa atraia, selecione e retenha os melhores talentos, a partir dos tópicos:

As três principais formas de Recrutamento e seleção

Quando uma empresa percebe que há a necessidade de realizar uma contratação, existem alguns caminhos que ela pode percorrer para fazer isso. Por isso, deve-se saber qual é o objetivo visado com o preenchimento da vaga. 

Sendo assim, as três principais formas de Recrutamento e seleção são: 

  • Recrutamento interno: aqui, o objetivo é buscar no quadro de colaboradores a pessoa ideal para assumir o cargo disponível. Vamos falar melhor sobre ele daqui a pouco 🙂
  • Recrutamento misto: nesse caso, o candidato ideal é procurado tanto internamente, quanto fora da empresa. 
  • Recrutamento externo: essa é a forma de recrutamento e seleção utilizada caso o objetivo seja encontrar novos talentos para compor a equipe.

Dicas para otimizar o processo de recrutamento e seleção

Em algumas ocasiões, as empresas podem cometer erros no momento do R&S, e acabam precisando desligar o colaborador pouco tempo após a contratação. 

E é por isso que se deve planejar muito bem a estratégia do Recrutamento e seleção. Nesse sentido, veja algumas das principais vantagens de um bom R&S:

  • Fortalecimento da cultura da empresa;
  • Aumento no reconhecimento de marca;
  • Atração de profissionais qualificados para concorrer aos cargos;
  • Economia de dinheiro com a redução de turnover;
  • Evita perda de tempo de fazer uma contratação equivocada;
  • Melhoria significativa nos resultados entregues.

Leia também: Turnover: tudo que você precisa saber

Sendo assim, confira a seguir os pontos de atenção mais importantes no momento de fazer sua estratégia.

Defina o perfil ideal para o cargo

Sem dúvidas, a melhor pessoa para realizar a definição desse perfil é o gestor que irá trabalhar com o futuro contratado. Afinal, são eles que devem saber o motivo que levou à decisão da contratação, e quais características o novo colaborador deve apresentar para se integrar da melhor forma aos colegas de equipe. 

Em resumo, existem 4 perfis gerais de colaborador: o analista, o planejador, o executor e o comunicador. 

Você pode gostar: People analytics: conheça o método que está alavancando empresas

Para chegar à algum desses perfis, é preciso entender quais são as habilidades que você busca, as responsabilidades que o futuro contratado irá assumir, qual é o conhecimento necessário para a vaga, e quais são as características ideais dessa pessoa. 

Ainda que algumas qualidades possam ser atrativas e comumente exigidas, se pergunte: essa característica ou qualificação é realmente importante? 

Para exemplificar, é muito comum encontrar vagas em que uma das exigências é uma segunda língua, mesmo que não seja relevante para aquele cargo em específico. Dessa forma, você pode perder talentos que poderiam desempenhar muito bem as funções de cargo. 

Pode ser interessante: Líder e chefe: quais são as diferenças?

Outra questão importante para os gestores é definir quais os pontos que são eliminatórios para a vaga, ou seja, o que não é necessário ou o foco para aquele cargo específico e quais características não seriam interessantes, por exemplo. 

Crie a estratégia do processo de Recrutamento e seleção

A partir daqui, o departamento de RH reúne as informações necessárias para anunciar de maneira assertiva a vaga e inicia o processo de Recrutamento e seleção.

Nessa fase, é importante definir uma segunda parte do perfil necessário: a por parte da visão da empresa. 

Quais são os valores da empresa? Como é a cultura organizacional? Essas questões são essenciais para o delineamento dessa descrição. Garantir que o futuro contratado compartilhe características que fazem sentido para um ambiente de trabalho harmonioso.

Em seguida, é possível definir outras questões a serem pensadas, como por exemplo a forma que a vaga disponível será anunciada. Sendo assim, procure saber em que meio estão os profissionais com o perfil ideal para o cargo, otimizando o alcance de possíveis candidatos qualificados. 

Outro ponto importante, mas que é ignorado algumas vezes, é estabelecer formas para agilizar o processo, como realizar entrevistas remotamente via videoconferência, ou a adoção de pré entrevista. 

Artigo relacionado: Você sabe como fazer uma boa videoconferência? 

A pré entrevista é uma conversa mais rápida, onde você pode checar informações sobre o currículo do candidato, por exemplo. 

Crie um bom anúncio

Para que o anúncio de recrutamento para o cargo seja bom, o RH deve ter todas as informações necessárias para a vaga. Afinal, existem uma série de tópicos essenciais para que a descrição de vaga seja atrativa, respondendo às perguntas: 

  • Para qual cargo é a vaga?
  • Quais são as responsabilidades e atividades que serão desempenhados?
  • Que características do perfil comportamental são desejáveis?
  • O que se espera realmente do candidato?
  • O trabalho será presencial ou remoto?

Veja também: O que é home office? [Guia completo]

Além disso, é legal inserir uma breve descrição da empresa e sua cultura organizacional, para que o candidato possa fazer um pré julgamento sobre a sua adaptação no ambiente. 

Não esqueça de ser claro e objetivo na linguagem da descrição da vaga, tomando cuidado em manter o tom definido da empresa. Isto é: não precisa falar tecnicamente demais, preocupe-se em ser compreendido corretamente. 

E, como dissemos anteriormente, divulgue a vaga no veículo correto. Dessa forma, você consegue falar diretamente com o seu público ideal de candidatos, e isso é decisivo para efetividade do processo. 

Atualmente, existem sites para o anúncio de vagas, como o próprio Linkedin, Trampos.Co, Infojobs, Indeed e Catho, por exemplo. 

Sempre priorize uma candidatura acessível, pois é possível afastar candidatos qualificados devido o excesso de campos em formulários. Os sites que citamos contam com o envio de candidatura com um clique, o que é muito conveniente para os futuros candidatos.

Não faça entrevistas no improviso

É muito importante que o profissional de RH e gestor estejam preparados para a entrevista, com questões pré definidas. Dessa forma, é possível utilizar o tempo da entrevista de forma produtiva, tirando dúvidas e conhecendo o candidato. 

Além disso, é importante que o ambiente seja confortável, para que o candidato não fiquei mais tenso para a entrevista e acabe não conseguindo passar todo o seu potencial. 

Algumas práticas recomendadas para uma boa entrevista são:

  • Evite dominar a entrevista. Nesse momento, busque ouvir mais do que falar;
  • Quando falar, seja claro e objetivo;
  • Busque deixar o candidato o mais tranquilo possível, sentindo-se bem-vindo na empresa;
  • Saiba todas as informações sobre a vaga, como benefícios e remuneração, limites de negociação, se há plano de carreira, entre outros.

Uma coisa que atrapalha no momento de realizar uma entrevista é o prejulgamento por parte dos entrevistadores. 

Existem muitos tipos de preconceitos. Além dos sobre racismo, idade, sexo e classe social, também há preconceitos sobre maternidade, formação e experiência de candidatos. 

Algumas vezes, profissionais que seriam super engajados com a sua empresa são dispensados por não terem o tempo exigido de experiência, por exemplo. 

Valorize quem é de casa

Antes de divulgar uma vaga externamente, que tal dar a oportunidade de crescimento à um atual colaborador? 

Além de ser muito importante para o engajamento e motivação da equipe, o recrutamento interno é muito mais rápido e barato do que o externo, afinal, não há necessidade de treinamentos e ambientação de um novo colaborador, nem a burocracia para contratação. 

Caso seja necessário a abertura de uma vaga externa, há outra forma de valorizar o colaborador: incentive as indicações de outros profissionais por quem já trabalha na empresa. 

Crie métricas de acompanhamento do processo de Recrutamento e seleção

Ao realizar o processo, defina algumas métricas para ajudar a identificar possíveis problemas, evitando cometer o mesmo erro duas vezes e otimizando ainda mais seu Recrutamento e seleção.

Algumas métricas interessantes são: tempo do processo de contratação, número de candidatos por vaga, entre outros. 

Cuidar da sua marca empregadora já começa no Recrutamento e seleção

O Employer Branding é o que define como você trata os seus colaboradores, e isso impacta diretamente na imagem externa da empresa. 

Saiba mais: Employer branding: aumente o diferencial competitivo da sua empresa

A construção de uma boa imagem começa desde o processo de Recrutamento e seleção. Afinal, ao tratar bem seus candidatos, você demonstra que se importa com o profissional, que ele não é apenas um currículo. 

Por isso, sempre seja transparente no processo. Não deixe informações ocultas ou implícitas, e se possível, deixe claro o prazo para o fechamento do processo seletivo. 

Além disso, sempre que possível forneça um feedback aos candidatos, mesmo que seja negativo. Dessa forma, você mantém uma imagem de empresa com empatia, e nunca se sabe quando esse candidato não irá trabalhar futuramente em sua empresa, numa outra oportunidade, né?


Quer facilitar a Gestão de Ponto na sua empresa? A TiqueTaque é uma solução intuitiva e moderna para gerenciamento de ponto e jornada de trabalho que tem Relógio do Ponto próprio. Saiba mais!

aumentar a produtividade home office

Imagem: Canva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image