Engajar o funcionário no controle de jornada: como fazer?

capa do artigo para engajar funcionários com o controle de ponto

O controle de ponto é obrigatório para empresas com mais de 20 funcionários. Mas problemas de comunicação podem fazer com que alguns colaboradores sintam-se vigiados e desconfortáveis. Sendo assim, como engajar o funcionário para usar o ponto e controlar a sua jornada de trabalho?

Nesse artigo vamos te ajudar a entender como alcançar a confiança do seu time neste processo, abordando tópicos como:

A importância da gestão de jornada

É a partir da gestão de jornada que se torna possível o controle banco de horas, horas extras e horários de chegada e saída.

Mas, além de ajudar a empresa a seguir a legislação, o controle de ponto ajuda a empresa a entender aspectos importantes da jornada de trabalho do seu quadro de funcionários. 

Para exemplificar, se você tem um colaborador que está chegando atrasado por dias consecutivos, talvez seja a hora de conversar e entender o que está acontecendo e como a empresa pode ajudar.

Por que o funcionário não está engajado?

Como conversamos no início do artigo, o motivo mais comum na resistência à gestão de ponto tem relação com o sentimento de vigilância.

Muitas vezes, no momento em que o funcionário pensa em registro de ponto, ele vê apenas o controle da sua jornada, pois os benefícios que ele mesmo terá com isso não ficam claros. 

Por esse motivo, é muito importante descentralizar as necessidades da empresa sobre o assunto, e manter uma relação de transparência e confiança com seus colaboradores.

Benefícios do controle de jornada para o funcionário

Listamos os quatro principais benefícios do controle de jornada para te ajudar a quebrar a resistência do seus funcionários. São eles:

  • Segurança: o controle da jornada de trabalho assegura que os horários trabalhados serão devidamente contabilizados, além de garantir que os limites de jornada não estão sendo ultrapassados;
  • Reduz (ou impede) erros na folha de pagamento: quando a jornada está sendo bem administrada, o salário irá refletir corretamente as horas trabalhadas  
  • Compensação do banco de horas: Se trabalhar a mais, o funcionário sabe que essas horas adicionais estão sendo depositadas em seu banco, e que em algum momento serão compensadas;
  • Horas extras: o controle de jornada faz com que o cálculo das horas extras seja mais preciso, e por isso evita que o funcionário não receba o valor que deveria pelo número de horas extras que fez.

É sempre mais fácil aderir um novo processo quando se entende o que aquilo irá agregar na nossa vida. 

Mas para que seja eficaz, essa lista de vantagens do registro do ponto deve ser feita de forma clara e direta, mantendo uma comunicação limpa e sem ruídos com o colaborador.

Comunicação: a melhor forma de engajar o funcionário

Para conquistar a confiança da sua equipe, você pode realizar algumas ações para aprimorar a comunicação interna da empresa. E é sobre essas ações que você vai ler agora.

Fale COM o funcionário, e não PARA ele

É sério, converse de verdade com a sua equipe. 

Ao contar sobre quais serão as vantagens do uso de ponto, esteja aberto para ouvir perguntas e insights, afinal, o funcionário não pode sentir receio de questionar. 

Apresente as metas definidas para o controle de jornada de forma clara para a equipe, e, se possível, os inclua nas discussões sobre como as coisas irão funcionar.

Isso ajuda a mostrar que registrar o ponto não significa que a empresa não confia nos funcionários, e sim que é uma questão prática e de segurança.

A transparência é fundamental

Se o funcionário tem acesso às informações sobre a sua jornada, ele passa a entender melhor a importância de todo esse processo, e, dessa forma, fica mais engajado com o controle de ponto.

Além disso, disponibilizar os dados da jornada para para o seu colaborador, a empresa mostra que confia nele. Isso ajuda a aumentar a autonomia da equipe, que fica mais tranquila e segura – e isso afeta diretamente na produtividade deles.

Quebre o gelo

O controle de ponto parece algo monótono e burocrático, mas não precisa ser. Trazer esse assunto de maneira leve com a equipe ajuda a eliminar a tensão, deixando todo mundo mais aberto a ouvir o que você tem a dizer. 

Se possível, organize um evento. O ambiente descontraído e alguns quitutes sem dúvidas fazem com que o funcionário fique mais relaxado, afinal, é difícil se manter fechado quando tem coffee break, né? 😉

Escolha as palavras certas

Controle de ponto ou Gestão de jornada?

Por outro lado, a palavra “controle” pode soar um tanto autoritária, principalmente se a empresa tem uma cultura mais flexível. 


Conclusão

Todos esses pontos ajudam muito a engajar o funcionário, e como resultado o novo sistema de controle de jornada se torna muito mais eficaz, mas por outro lado não vale só ter uma boa comunicação com o funcionário quando o assunto é gestão de jornada. 

É importante lembrar que uma relação transparente e honesta entre empresa e funcionário impacta diretamente na produtividade e nos resultados entregues. 

E já que o assunto é transparência, vale citar que as vantagens para o funcionário com a gestão de jornada são ainda maiores nas empresas que escolhem a solução da TiqueTaque (:

O nosso software permite que o funcionário tenha acesso à todas as informações referentes a sua jornada: quantas horas ele trabalhou no dia, se esqueceu de bater o ponto, e até permite o envio de atestados via aplicativo. Além disso, ele tem uma linguagem e um visual super leve. Conheça mais aqui.

Agora é só escolher as ações que mais de encaixam na sua empresa, também e combinam com o perfil de quem trabalha nela 🙂


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image