Por: Vanessa Monticelli
janeiro 12, 2017

A importância da autonomia dos funcionários para a empresa

Promover a autonomia dos funcionários é um dos fatores que influenciam na motivação dos integrantes da equipe e, consequentemente, na produtividade e nos resultados da empresa. No entanto, é comum encontrar muitos gestores que não estimulam a prática por medo de perder o controle do time ou qualquer outra razão.

De acordo com um estudo feito em 2014 pela Society for Human Resource Management, quase 50% dos colaboradores acreditam que a autonomia e a independência contribuem – e muito – para garantir a satisfação no trabalho.

Para que você entenda como a autonomia é essencial para o sucesso dos negócios, preparamos este post com os prejuízos que a falta dela pode provocar. Continue a leitura e confira!

Como a falta de autonomia dos funcionários pode prejudicar sua empresa

Desmotivação e desengajamento

Sabe aquele funcionário que não demonstra ânimo e vontade de trabalhar? Ser impedido de tomar pequenas decisões cotidianas e trabalhar do seu próprio jeito, dependendo da situação é claro, pode fazer com que o profissional se sinta desmotivado a continuar executando as tarefas.

O problema maior é que, com o passar do tempo, esse sentimento pode aumentar cada vez mais e causar o desengajamento total, podendo até transmitir isso para outras pessoas da equipe.

Queda na produtividade

Muitas vezes, fatores como não ter horários de trabalho flexíveis podem fazer com que o funcionário se sinta infeliz e não veja prazer em realizar as atividades diárias. Isso pode provocar a diminuição da produtividade e influenciar negativamente nos resultados dos negócios, afinal, para bater as metas é necessário o empenho de toda a equipe.

Ausência de confiança

Não permitir que os funcionários tenham autonomia para tarefas simples mostra que o gestor não confia no próprio time e, provavelmente, o colaborador também não acreditará em seu superior. A confiança é uma via de mão dupla.

Queda na qualidade do trabalho

Ideias inovadoras podem surgir quando o colaborador tem a oportunidade de atuar com mais liberdade, estimulando a criatividade. Sentir-se preso a padrões já estipulados e inflexíveis pode interferir na qualidade das atividades.

Ao receber autonomia, o profissional estará em uma busca constante para surpreender o gestor e mostrar que ele é capaz de trabalhar desta maneira.

Processos mais lentos

Além da queda na produtividade, a falta de autonomia pode fazer com que os processos diários se tornem mais lentos, já que o colaborador precisa esperar sempre pela aprovação de alguém para dar andamento. E ninguém deseja receber a reclamação de um cliente que recebeu um produto ou serviço atrasado, certo?

Como você pôde perceber, a autonomia dos funcionários é algo que faz toda a diferença no sucesso da empresa, permitindo que as pessoas trabalhem mais felizes e confiantes. Vale destacar aqui que o processo, no entanto, deve ser feito junto com a capacitação da equipe para atuar mais livremente. A autonomia na empresa precisa ser conquistada com a demonstração de um excelente trabalho.

E aí gostou desse post? Aproveite para seguir a nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as novidades!

Conheça os benefícios da documentação digital para as empresas
Direitos trabalhistas: 4 riscos que o empregador pode evitar

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado / Campos obrigatórios não foram marcados*